fundo

4 de abril de 2012

7 meses, meu amor*



7 meses de ti, meu amor.
Todos os dias acho que não te posso amar mais e todos os dias me engano. Este amor continua a crescer. Todos os dias, a cada momento.

Estás a crescer tão rápido, meu amor. Estás tão grande.

Continuas a não gostar nada de dormir durante o dia, e fazes uma resistência ao sono que é incrível (eu nunca vi tal coisa).

Descobriste que tens pés e adoras brincar com eles, enquanto te troco a fralda ou quando te seco depois do banho.

Guinchar ainda é um dos teus passatempos preferidos, apesar de agora já perderes mais  algum (do teu) tempo a palrar. E é tão bom ouvir-te palrar.

Ao fim do dia temos sempre tempo para brincar (ficam outras coisas a perder, à espera, mas isso agora não interessa). Montamos o "cenário" e brincamos juntos. E como é bom! Confesso que é o meu momento. Adoro e anseio por ele ao longo do dia.

Já rebolas com alguma facilidade, mas continuas a não gostar nada de estar de barriga para baixo. E quando insisto muito tempo já sei que vai acabar em choradeira. Sentar sozinho ainda não é contigo, ainda não te equilibras.

O banho continua a ser um momento que adoras e fazemos sempre uma festa! Aproveito para que estejas semi-despido por mais tempo (já que te dá tanto prazer) e brincamos antes, durante e depois. "Fiscalizas" todos os animais do teu quarto e já temos um ritual tão giro.

Adoro quando tentas "fazer fitinha" e escondes o rosto quando falo para ti, enquanto sorris. Adoro inventar canções para ti e tu ris-te tanto, meu amor.

Comes a sopa e a fruta com mais vontade. Começo a achar que tens que aprender a gostar das coisas, porque contigo não é fácil introduzir os alimentos novos. Mas vais aprendendo a gostar, e isso é que interessa.
Começaste a comer o iogurte no lanche da manhã, com bolacha maria, e adoras. É a única coisa que reclamas se a frequência das colheradas não for rápida.
Experimentaste papa pela primeira vez (e única) há duas semanas atrás, mas não ficaste grande fã. Ainda não tentei dar-te mais nenhuma vez.
Mas continuas a adorar a maminha (e eu adoro, adoro, adoro também esse momento nosso).

Estás apaixonado pelo O., o cão dos avós, e segue-lo com o olhar para todo o lado. E não tens medo nenhum dele! É tão giro observar isto.

Não és um bebé de sorriso fácil, mas quando estás bem disposto distribuis sorrisos por toda a gente e são tão genuínos que todos ficam encantados contigo, com a tua simpatia.

Antes de te deitar e depois da última mamada temos o período do mimo. Ficas ao meu colo, naquele misto de sono e mimo, sussurro-te e tu, de olhos presos aos meus, sorris. Todo tu sorris. Com os olhos, com os lábios, com o coração. E aí, amo-te ainda mais.

E assim, aos sete meses, tens uma família inteira apaixonada por ti. És o centro. O nosso centro!

Amo-te muito, meu amor pequenino. E nunca me cansarei de to repetir*




6 tretices:

Magui disse...

Tão lindo... Estou de lágrimas nos olhos! E baby A. está tão lindo, tão fofo, tão grande... Eles crescem tão depressa, como é que é possível!
Adorei a tua descrição, tão doce...
Muitos parabéns aos dois!

raquel disse...

Obrigada, minha querida amiga.
Obrigada por tudo. Acima de tudo por todo o teu carinho.
Beijinho enorme para ti e para o teu bebé lindo*

Princesa disse...

Parabéns aos dois, ou melhor aos quatro, que o Papá e o Kico Nico (estou a ver que o baby A. é também parte da família Nico como a F.) também merecem!
Um grande beijinho para vocês, cheio de ternura e miminho! És e serás sempre uma daquelas "surpresas" boas que este mundo virtual me trouxe!
Mil beijinhos

Susy disse...

Parabéns ao bebé António e à sua mamã! Estás a sair-te maravilhosamente bem neste novo papel, e o amor que sentes pelo teu pimpolho sente-se em cada palavra que escreves, adorei! Beijinhos enormes, Susana Neto

M.P. disse...

Muitos parabéns!! 7 mesinhos felizes! Que assim continue a ser sempre!

raquel disse...

Princesa,
O baby A. também tem a sua legião de Nicos! :)
Obrigada pelo teu carinho, pelo teu mimo, pela tua companhia e amizade.
Obrigada por estares aí.
Beijo enorme*

Susy,
Mas que surpresa tão boa! Estou tão contente por te ver por aqui.
Obrigada pelas tuas palavras e volta muitas vezes. Sempre.
Espero que esteja tudo muito bem contigo e com os teus "meninos".
Beijo enorme*

MP,
Obrigada minha querida.
Beijinho*

Quem passa por cá